Crônicas e Desabafos: Livro de Cortesia: pode presentear, pode trocar, pode doar. Não Venda!

06 maio 2013


Oi amores, como estão?
Vamos falar de livros hoje? Vamos falar da venda deles na internet, na sua livraria preferida, no sebo que você gosta de visitar vez e outra?

Que tal, essa história, você vai naquele sebo amigo, olha tudo que tem de interessante e uma capa linda lhe chama atenção. O livro é novo e bonito. Você dá aquela folheada amiga nele e encontra um carimbo discreto na capa, modesto “CORTESIA” ou então “EXEMPLAR DE CORTESIA. NÃO PODE SER VENDIDO”. Você ignora o que diz e leva mesmo assim.
Epa! Epa! Você e o dono do sebo estão fazendo isso errado, bem errado!

Livros de cortesia. Aqueles exemplares lindinhos que um blogueiro, jornalista, mídia social, seja lá o que for, recebe, não pode ser vendido.
         IMG00083         IMG00050

”Ahhh, mas porqueeeeeeeeeee? Quero tanto vender uns livros que ganhei de cortesia para fazer um din-din extra”

Até onde sei não existe uma leia que “proíba” a prática. Mas é questão de bom senso, ética da pessoa.
Parceria não deixa de ser um negócio “lucrativo” (embora não seja rendável para o blogueiro), o livro que recebe da Editora é um preço pago pelo seu serviço. Você vai ler, vai resenhar, falar dele em seu blog!
Vender um livro com carimbo de “Cortesia” é anti-ético e dependendo da seriedade da coisa é estorço e pode dar cadeia (de acordo com as minhas pesquisas) SIM!
Então imagine você, querido leitor. Um belo dia vê sua estante lotada de livros e ficou afim de vender alguns e acaba fazendo um bazar em seu blog?
Pode parecer algo inocente, mas não é!
A coisa fica pior quando se faz tudo em baixo do nariz das suas Editoras parcerias. Aquelas mesmas que que enviam livros para você esperando ao menos sua resenha, gostando ou não.
As mesmas Editoras que a gente meio que tem relação de amor e ódio sabe? (Quem nunca ficou revoltando com atrasado ou com falta de resposta de e-mail?) essas mesmas gente.
Por mais que elas, ás vezes, faltem um pouco conosco é uma vergonha qualquer blogueiro se aproveitar de livros de cortesia e sair vendendo por aí.
Lembre-se que se você pratica esse ato, está agindo de má fé. No final das contas faz a mesma coisa que nossos Políticos. São as pequenas atitudes do dia-a-dia que mudam as coisas.
O bom senso é fundamental nessas coisas!
Quer levantar uma graninha extra porque o o limite do cartão estourou? Compre um cofrinho, guarde moedas, aposto que uma pequena atitude dessas vai mudar suas finanças.
                                  
(Se você achar um livro com carimbo como esses não compre e reclame)
O texto de hoje é em resposta a uma situação mega delicada que vi na sexta feira, depois que algumas amigas de blogues estavam denunciando – o que achei super engraçado, vi no meio da tarde a coisa toda e acabou sendo eu o estopim de fazer barraco no twitter, e nem tenho tantos seguidores para fazer barraco quem acompanha o meu blog, no twitter, instagram ou até no Facebook sabe bem disso.
Se deu discussão é por que muitos acharam a prática errada! E SIM GENTE.. É ERRADO.
Galera, povo reclama que o País não vai pra frente, mas é situação desse tipo que nos dá exemplo da bagunça.

Então gente! Se você é desse tipo: O livro é meu faço o que eu quero! Beleza, faça o que quiser com ele! Mas se for de cortesia não venda!
Livro de cortesia você pode trocar, você pode doar, você pode presentear. Não venda. Um trabalho suado de muitas pessoas.
Quer uma dica? Visite uma biblioteca de escola, a Biblioteca Pública de sua cidade, converse com o bibliotecária e saiba a dificuldade que é para comprar novos livros.

Esse banner do post tem um link para vocês usarem em seu site, seu blog. Para os interessados, ele vai estar na barra lateral do blog <-. Uma campanha bacana que vale a pena passar adiante!
Não Venda!

52 comentários :

  1. Nossa acho que já comentei isso com você no twitter. Fico pasma com a venda de livros de cortesia.
    Recebeu um e não gostou, tudo bem doar para um biblioteca, acho super justo, mas vender? ;x
    Vergonhoso...

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Bia, tu comentasse comigo!
      Vender é meio tenso cara. Dependendo da gravidade pode sim rolar um processo, sei lá.

      Beijinhos

      Excluir
  2. Oiii,
    Como disse a Bia eu também fiquei pasma.
    O pior é ver que a pessoa que realizou um bazar no seu blog é um conhecida por dar pits no twitter e facebook quando seu blog não é aceito por parcerias.
    Tenho poucas parcerias com Editoras, mas as que tenho prezo muito e acho uma falta de respeito vender livros de cortesia, até porque quem vende está lucrando, pois não adquiriu o livro e talvez até nem tenha lido.
    Fiquei muito revoltada e espero sinceramente que as Editoras parceiras do referido blog tomem alguma atitude, revejam seus parceiros, pois, tem muita gente séria por aí e esse tipo de gente que vende livros de parceria acaba com o verdadeiro trabalho de quem é sério.
    Estou levando o banner para meu blog.

    Beijos,
    Katielle
    http://www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katielle, tudo bem?
      Também tenho poucos parceiros :( Mas é assim mesmo nem sempre a gente consegue o que quer.

      Olha eu também quero que tomem atitude com todos que fazem esse tipo de coisa. Fui atrás esse final de semana e tomei um susto ao ver que vários blogueiros vendem livros de parceria.
      :(

      Excluir
  3. Pode não ser ilegal, mas é imoral.
    Participando da campanha, com todo o prazer!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente vergonhoso quem vende livros de cortesia! Cadê a ética, o respeito com o seu parceiro? Uma situação que revolta a todos. Achei feio, ridículo e triste esse tipo de coisa, tanto para quem vende, como para quem compra.

    Beijos!

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sammy também acho feio para ambos os lados.
      Agora resta as editoras colocarem isso nas regras de parceria... :(

      Excluir
  5. Muito boa essa iniciativa.
    Concordo plenamente com tudo isso que vc disse.
    Vou colocar o banner no meu blog.
    Bjokass

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kelly obrigado!
      E obrigado pelo apoio.
      Beijinhos ♥

      Excluir
  6. vi ontem no face que você postou a respeito e fiquei indignada!
    acho a maior falta de respeito!
    nunca passei por uma situação assim, então nem sei qual seria a minha reação, só acho uma falta de respeito!
    a editora vai, na maior camaradagem e te dá o livro de cortesia, ai você vai e vende ele... isso é ganhar dinheiro em cima dos outros, penso que até se compara a roubar, sei lá... :S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayme, fiquei pasma com essa situação. Como assim?
      Livro já caro, as pessoas ganham e querem vender? Como assim?
      Exatamente, é ganhar dinheiro em cima dos outros. Uma situação mais que chata.

      Excluir
  7. Oi Helana, ano passado eu presenciei isso, fui num sábado a S.P e visitei alguns sebos e em um deles tinham Kits da NC a venda, e kits de lançamentos, alguns livros muitos parceiros ainda nem tinham recebidos mas estavam lá para serem vendidos e a um preço super barato, eu cheguei a mandar e-mail para a Editora avisando dessa prática, pois tbm não acho correto. Adorei sua postagem, tem que se pronunciar sim, isso não é legal.

    BjOs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara! Kit de livros vendidos em sebo, isso não pode acontecer.
      Pode apostar que a Editora pode ter feito alguma coisa, creio que eles estejam de olho nas denúncias.

      Excluir
  8. Assino em baixo de tudo o que vc falou! Isso é uma completa falta de ética! De vergonha na cara mesmo!
    Eu aki já ficava na dúvida se poderia trocar livros x livros, sabe pensando se não seria feio e tal, mas vejo muita gente fazendo isso, mas mesmo assim fiquei com um pé atras,imagina vender? Nunca!
    Então a troca livros por livros pode ser feita?
    Mas a situação de ficar indignada mesma, eu com a minhas pouquíssimas parceria eu já prezo muito. Editoras tá na hora de rever seus parceiros!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Gih trocar pode né! Você não está vendendo! Eu mesma já troquei vários livros de cortesia por outros. Li não gostei... Troquei ou doei.
      Agora vender? VENDER NÃO assim já é demais.

      Excluir
  9. Oi Helena
    bom dia
    Maravilhosa sua campanha e o blog Tribo do Livro irá aderir com certeza. Eu mesmo que ´já fui frequentadora de feirnhas de torcas e vendas de livros nos shopping do RJ, já cansei de ver livro de parceria sendo vendido. Sem falsa modéstia nunca comprei porque considero um absurso você ganhar um livro para incetivar a leitura e vendê-lo. Estamos dentro com certeza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Verônica.
      Fico muito feliz que tenha gostado da campanha. Use o banner sim, passe pra frente, as pessoas tem que saber que vender livros de cortesia é ilegal.
      Adorei conversar com você viu!

      Beijinhos ♥

      Excluir
  10. Acho que já falei tudo que penso sobre isso, né flor?
    Odeio gente oportunista! Odeio! òtima a iniciativa da campanha! To dentro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ae Flávia, temos que mostrar que oportunismo é nojento.

      Beijinhos.

      Excluir
  11. to dentro. coloquei o banner no meu blog. vender livros de cortesia é pra gente sem noção só pode.
    é uma vergonha qualquer pessoa fazer isso.

    ResponderExcluir
  12. Acho importante que você traga o assunto a tona, porque já gerou inúmeras discussões sobre o direito de se vender (ou não) os livros de parceria. A pessoa já sabe que o livro é uma CORTESIA e que não pode ser vendido. Fico triste porque as blogueiras que entendem a proposta e a seguem a risca muitas vezes são taxadas de puxa-saco, porque dão a impressão de que podem perder a parceria se fizerem isso. A pouco tempo uma menina colocou uma lista ENORME de livros para vender a preços de livraria física. Foi perguntando se o livro era novo e ela disse que sim, que nem tinha sido lido. Mais tarde descobriu-se que eram livros de parceria. Cara, deu um barraco bonito de se ver... rsrsrsrsrs
    Fazer dinheiro com os livros que lhe foram doados acho uma tremenda sacanagem. Faço parte de dois clubes de leitura e sempre levo livros de parceria para doar em ambos. Muita gente já me chamou de otária, mas estou me lixando. Fazer o certo as vezes é complicado, mas sempre vale a pena. Perdão do comentário imenso... rsrsrs
    BJs e parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eimar, tudo bem?
      O chato de tudo isso é que tive um probleminha me falaram que tava perseguindo a pessoa. Porém não se tocam que não é uma pessoa que tem e sim existem vários outros blogueiros que tem aderido a prática.
      Ok, não existe uma lei que impede a venda, mas é imoral, é ilegal é feio. Por mais que não seja um grande pagamento existe coisas que são óbvias a gente não precisa ficar falando.

      Excluir
  13. O famoso jeitinho brasileiro, ou a conhecida lei de Gerson, levar vantagem em tudo, mt triste ver coisas assim.

    ResponderExcluir
  14. Sabe que pensei neste assunto há uns meses atrás, quando vi num sebo um exemplar novinho (e carimbado) do A Guardiã da Minha Irmã. Fiquei meio incrédula (ingenuidade, talvez), não achava que as pessoas realmente vendessem livros de cortesia. Concordo muito com seu post!

    Bjinho, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu fiquei em estado de choque quando soube, imagine se viesse em sebo? Acho que iria reclamar, sei lá.

      Excluir
  15. ola amei seu blog esta excelente parabéns, gostaria de te convidar para dar uma olhada em meu blog sou escritor e se puder segui lo me sentirei honrado, desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir
  16. Laninha sempre usando o bom senso, eu concordo contigo, e acho que se ganhou, leu, resenhou, e não curtiu, sorteia no blog, dá para algum leitor que queira, bem mais bonito que vender né!

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  17. Oi Helana :)

    Super apoio essa sua campanha e o logo já está no meu blog.
    Nem preciso comentar o que acho desse modo de 'ganhar dinheiro', né?

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  18. Ola Helena, tudo bem?
    Nas ultimas duas semanas fiquei Off e acabei não acompanhando a situação, mas estou chocada. Acho uma falta de respeito, afinal, sim o livro é nosso, mas ele nos foi cedido pra uma finalidade. Quem faz comércio com isso, além de está fazendo algo errado, é até mesmo criminoso. Mas como dizem, nada é tão oculto na vida online que não possa ser visto e denunciado. Ótimo post, e vou colocar o banner no meu blog também.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, tudo sim..
      Obrigado pela força.
      Fiquei feliz que a postagem tenha chegado no ouvido de blogueiros que assim como eu, achem isso errado e realmente é. Esperamos agora que as Editoras tenham o mesmo bom senso!

      Excluir
  19. Parabéns pela postagem, eu coloquei ela no meu blog ok!? e dei os devidos créditos! Isso é muito revoltante!!!
    Beijos
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por dar os créditos!
      Beijinhos.

      Excluir
  20. Olá, Helana!
    Acabei de adicionar o banner na sidebar do blog. Apoio totalmente a sua iniciativa da campanha e também repudio atitudes como essa no meio literário. Não acho ético vender livros recebidos de parceria seja com editoras ou autores. Não consigo entender o propósito disso e da polêmica nas redes sociais sobre o assunto que expôs aqui. Uma pena que isso acabou resultando no bloqueio da sua conta no TT. Provavelmente alguma pessoa rancorosa tentou te prejudicar, lamentável.
    Estou te seguindo pelo novo perfil, ok?
    Quero que saiba que terá todo o meu apoio porque também abomino esse tipo de prática na blogosfera. Vender livros de parceria não é legal, acho que tem muitas bibliotecas comunitárias precisando de doações. Nada mais justo que doar os livros para quem realmente precisa ter acesso a leitura, ao conhecimento.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana linda.
      Como falei inúmeras vezes, pode não existir lei que impede, mas é imoral, não é ético... Existe coisas que são óbvias e vender um livro de cortesia.. Putz o selo não precisa ter "exemplar de cortesia, não pode ser vendido" basta ter um selo simples, bom senso não funciona para muita gente.
      Fico feliz que tenha aderido a campanha. Isso é importante para todos nós

      Excluir
  21. Flor, coloquei o banner no meu blog, concordo totalmente com sua campanha, livros que recebemos de doação é para doar ou sortear nos blog e não para um comercio de baixo dos panos, tem sempre um sem noção!

    http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee, que bom que você apoia fico muito feliz que a galera têm apoia isso e ficou firme também..
      a gente não pode mesmo aceitar isso.

      Excluir
  22. Olá Helena,

    Parabéns pelo post e pela a iniciativa, concordo com voc~e, muita falta de ética....fiquei sabendo do post pelo blog da Lara.....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marco, muito obrigado pelo apoio ♥

      Excluir
  23. Oi Lana, falou pouco, mas falou tudo!
    Vender livros de parceria é uma tremenda falta de vergonha na cara, pra ser mais exata!
    O povo não quer mais saber de nada heim, sai vendendo livros na cara dura mesmo. Já aconteceu um caso idêntico faz pouco tempo e até comentei com a Vivi do RR, ficamos pasmas com um blogueiro que até montou uma lojinha virtual pra vender os livros que ganhava de parceria. E ele ainda confirmou que eram os de cortesia, pq ele já tinha lido, resenhado e não via problema algum vender.
    Achei o cúmulo, mas cada um com suas convicções e caráter neh mesmo?
    Com certeza vou aderir ao banner e colocar no LP.
    Bjokas flor, ótimo post!

    www.lerepensar.com

    ResponderExcluir
  24. Concordo e assino embaixo! Já aderi à campanha no meu blog!

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Apoiando essa ideia o/o/o/

    Abraços, Gustavo
    http://blogjovensleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem??
    Gostaria de saber e quanto aos livros de cortesia do Governo (Apoio do Saber)!
    Troquei um no skoob e o rapaz falou que é proibido trocar, emprestar e doar também...

    O Governo dá o livro nós alunos, gratuitamente.. sendo assim o livro é nosso. E ai eu não posso trocar, emprestar nem doar para uma biblioteca e nada?? Achei estranho. fora que eu procurei na internet e não achei nenhuma fonte confiável do governo com a lei e tal que fala que não pode trocar, emprestar e nem doar... O máximo que achei foi comentários em fóruns e etc mas nada que comprove com lei e etc que não pode.

    O legal que o rapaz perguntou antes de confirmar a troca, eu falei que era cortesia que não poderia vender, que tinha o selo e etc.. entreguei para ele, ele recebeu me qualificou positivamente, desbloqueou o crédito e no dia seguinte veio e me mandou um comentário gigante falando para revertermos a troca, que eu tinha que devolver o livro na escola que o ganhei...

    E agora José???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lúcia, tudo bem? Queria entrar em contato com você via e-mail, mas não achei seu contato.
      Vamos lá.
      Creio que você não leu com atenção o texto.
      "Até onde sei não existe uma leia que “proíba” a prática. Mas é questão de bom senso, ética da pessoa."

      Vender livros de cortesia não proibido por lei. Mas é questão de ética. É como aquele famoso "jeitinho" brasileiro de fazer as coisas... Por exemplo, furar uma fila do SUS, ou do banco só para ir mais rápido. Não existe uma lei que proíba expressamente que você não pode furar a fila do Banco, mas é feio, é falta de educação. E não é ético.
      A questão nem é uma lei em si, mas que realmente não pode ser vendido uma coisa que você recebe com selo e tudo mais.
      Posso pegar um exemplo mas fácil. Amostra grátis. Já imaginou se toda farmácia começar a vender amostra grátis de remédio? Neste caso existe uma lei que proíbe a prática.
      A grosso modo seria mais ou menos a mesma coisa, a editoria seria uma empresa que lhe dá uma amostra grátis de remédio e você vende isso. É por aí.

      Agora você trocar um livro, você doar um livro é outros 500, porque você não está vendo ele. Você está doando para algum órgão que necessite do mesmo ou você está trocando por outro livro.
      Eu por exemplo já doei vários livros a biblioteca, acho bacana, pois outras pessoas vão poder ler.

      Se querer conversar mais, passa aqui.
      beijos mil.

      Excluir
  27. Oi Helana! Então foi o que eu fiz, troquei por crédito (para trocar por outros livros) e já troquei alguns estilo livro x livro. Fala na capa que a distribuição é gratuito e que não pode ser vendido.

    Agora achei estranho o moço falar que eu não posso trocar, doar nem emprestar o livro do governo. (Vender eu sei que não pode) Sendo que essa onde do projeto Apoio ao Saber já acabou. As escolas não recebem mais os livros para montarem kits, foi só durante o ano eleitoral e agora não tem mais...

    Meu e-mail: bonitonaturologia@gmail.com

    ResponderExcluir
  28. ** Lembrando que em momento algum eu tentei VENDER o livro. Eu apenas troquei. (E o moço falou que é proibido trocar).

    ResponderExcluir
  29. Oi Helana. Concordo com você. Nunca vi um livro de cortesia ser vendido mas sou contra. Gostei muito da ideia do banner também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Adorei o post, muito esclarecedor! Nunca quis vender os livros que ganho de cortesia ou ganho de sorteios, mas estava em dúvida se podia trocá-los em sebos. Então, eu poderia trocá-los, mas o pessoal do sebo não poderia vender, apenas trocar com outra pessoa, né?
    Parabéns pela postagem, muito boa mesmo me ajudou bastante. :)
    beijos!

    ResponderExcluir
  31. Adorei o post.Apesar de eu ganhar livros de parceria e não gostar,eu não vou sair por aí os vendendo.É vergonhoso!
    Gostei da ideia do banner..
    Blog lindo...Parabéns!!Bjs

    http://livros-infinitos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir