Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, Stieg Larsson

06 novembro 2013

Oi amores tudo bem?
Depois de uma semana terminei de ler o livro que mais tive expectativa nos últimos tempos.
Quem me acompanham no Instagram, ou em, outra rede social, sabe o desejo que tenho em ler a trilogia Millennium escrita por Stieg Larsson, na qual foram feitas duas adaptações para os cinemas, uma sueca e a outra americana que em breve vai rodas o segundo filme.

Stieg Larsson, infelizmente não está vivo para ver o sucesso que seus livros se tornaram. Ironicamente logo após que ele entregou a obra para seu editor, ele veio a falecer. Mas creio que, onde ele esteja, vê como Millennium foi bem recebido.
Millennium_01


Os Homens Que Não Amavam As Mulheres - Livro 1 - Stieg Larsson

Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o veelho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou.
Quase quarenta anos depois o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger. E que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente.
Edição: 4
Editora: Compainha das Letras
ISBN: 9788535920024
Ano: 2011
Páginas: 528
Tradutor: Paulo Neves.
Nota: 9,5 RuimRegularBomMuito BomExcelenteMuito amô!!
Bom, eu comprei o Box, com os três livros, vocês podem ver um pouco deles aqui. O livro infelizmente não tem orelha. Mas mesmo assim é bonitão. A diagramação dele é simples, não tem nada que chame atenção, a não ser a capa, que aliás, gosto muito.  O próprio papel da capa também é um pouco mais fino. E nela temos um dragão na frente, que simboliza algo da protagonista. Quem leu, ou assistiu o filme sabe exatamente do que falo.
Os Homens Que Não Amavam As Mulheres_02
Os Homens que Não Amavam as mulheres, nos apresenta, Mikael Blomkvist, um jornalista de quarenta anos, respeitado, que vê toda sua fama, indo para o ralo, depois que ele ouviu uma história, publicou e não teve como provar as fontes, foi processado e está pagando um preço caro por isso.
No meio disto, conhecemos Lisbeth Salander, uma jovem que em sua adolescência teve problemas e a única pessoa que ajudou ela na vida, foi o chefe de uma empresa de segurança, Dragan Armanskij. Salander prestas serviço confidenciais, descobrindo coisas de clientes quando julga ser interessante o serviço – e foi assim que ela conheceu Mikael, Salander investigou ele para uma pessoa.

Por causa dos seus problemas com a justiça, Mikael se demite da revista na qual trabalha, Millennium e no meio do furacão, recebe uma ligação de um homem chamado Frode, um advogado de um senhor, Henrik Vanger que já foi muito poderoso e quer os serviços de Mikael, ele curioso então viaja até o velho para descobrir qual é a dele.
Henrik, pede ajuda para solucionar um mistério que o atormenta a anos, o desaparecimento de sua sobrinha Harriet, ele acredita que alguém da familia a matou e tenta deixa-ló louco.
Nosso jornalista por fim, acaba se metendo no meio de uma família louca, cheia de segredos, assassinados, mistérios bizarros.
Stieg Larsson, não mostra apenas o lado investigativo de Mikael e nem apena os lado sombrio da vida de Lisbeth, o autor tenta aproximar o leitor para uma realidade do seu País, que são os maus tratos as mulheres.  A Suécia foi, ou ainda é, um País muito machista, e já houve casos graves de estupros, mortes, agressões contra mulheres.
Obviamente o autor usou uma informação tão importante e publicou um dos melhores livros policiais que já até hoje.
Os Homens Que Não Amavam As Mulheres_03
Os Homens que Não amavam As Mulheres, nos trás uma trama totalmente cheia de intrigas, mistérios com uma certa religiosidade.
As mortes datadas no livro, até Mikael e Lisbeth descobrirem quem era o assassino, não me deixou surpresa, já li livros, e assisti séries com mortes muito mais loucas do que as citadas no livro e mesmo assim, fiquei chocada com a frieza. Afinal de contas, assassino é sempre assassino e ficarei chocada apenas se o cara der um tiro a queima roupa.

Não tenho palavras para descrever o quanto o livro me surpreendeu. Quando assistia o filme, sempre imaginada o teor que seria o livro e ele superou tanto as minhas expectativas. Lisbeth Salander é, sem dúvidas, uma heroína as avessas, cheia de problemas, dúvidas, mas que mete a cara e faz.
Mikael também não fica para trás, um jornalista competente, meio bobão, mas engraçado e com ajuda de Salander consegui por fim dar conta de uma história impressionante.
Os Homens Que Não Amavam As Mulheres_01
Não vou falar muito do livro para não soltar spoilers, afinal de contas, quem já ouviu falar do livro ou do filme, ou assistiu o mesmo, vai te rum resumo bem completo do que se passa com a dupla de investigadores. Agora resta partir para o próximo… A menina Que Brincava com Fogo!
                Stieg Larsson (1954-2004) foi fundador e editor-chefe da revista sueca Expo, que denuncia grupos neofascistas e racistas. Especialista na atuação das organizações de extrema direita em seu país, é coautor de Extremhögern, livro no qual põe o assunto em evidência. Morreu em sua casa, vítima de um ataque cardíaco, pouco depois de ter entregado os originais dos romances que compõem a trilogia Millennium.
top_01

Helana O'hara
Sobre o Autor "Sou tímida, quem diria, e me sinto desconfortável no meio de muita gente. Não sei ter relações meramente sociais: fico amiga ou não fico nada, o tititi mundano está acima de minhas capacidades. Adoro estar nos lugares, olho tudo, sou curiosa, gosto de ouvir o que as pessoas dizem, mas, quando elas são muitas, eu preferia ser uma mosca.” {Danuza Leão} Petites + In The Sky + Dave Grohl + James Franco + Anna Friel + Ryan Gosling + Música + Cinema e louca por livros! {www.epetites.blogspot.com.br} {www.intheskyblog.blogspot.com.br} Bem vindo sempre!

20 comentários :

  1. Olá Helena!! Sempre tive a maior curiosidade sobre esta trilogia por causa das resenhas que li dos livros e por todo o sucesso que ela faz, mas ao ler sua resenha fiquei ainda mais animada para adquirir e ler =)
    Adorei sua resenha...
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é incrível. Depois que terminei de ler o primeiro me apaixonei mais ainda pela Lisbeth ♥
      Espero que tenhas oportunidade de ler ele.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  2. Uma pena que o autor não esteja vivo para ver o estrondo que sua obra causou. Ainda não tive a oportunidade de ler os livros, mas vi o filme americano e estou com vontade de ver as versões suecas (parecem boas também).
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito triste ele ter morrido sabe? Parece que foi obra do destino. Ele deixar o livro pronto.

      Excluir
  3. eu vi o filme uma vez, mas dormi no finalzinho :'(
    comprei ele esses dias, mas ainda não tive tempo de assistir :(
    realmente, o filme é muito bom, e você está quase me convencendo à comprar o box *-* hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu lembro que tu me falou que dormiu. Nem acredito que tu dormiu no filme, ele é tão bom :o

      Excluir
  4. Sou louca para ler essa trilogia porque o filme é excelente, então imagino os livros...

    Adorei a resenha!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabela linda!!!
      O filme é ótimo sem dúvidas. Apesar das diferenças ele é muito bom ♥

      Excluir
  5. Lembro de ter visto e quase comprado o primeiro da trilogia há uns bons anos, quando ainda nem tinha ouvido falar nela, só me interessei pelo título e pela capa. Mas, veja só, não li nenhum deles ainda, nem sequer os comprei. E a fila de leitura só andou aumentando... Essa trilogia é daqueles livros que nem preciso pôr na wishlist, nunca me esqueço de que quero lê-los, mas sinto que ainda levará um tempão...

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  6. Só vejo coisas boas sobre essa série, minah tem os livros e já os leu, pretendo ler eles ano que vem e espero, assim como você gostar :D
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tudo bem?
    Adorei a resenha.
    Eu quero muito ler algum policial e agora estou em dúvidas se compro esse ou o Cilada. ): Já sei onde encontrar resenhas sobre livros desse gênero hahahahaha.
    Eu não sou muita fã de livros sem orelhas, mas eu tenho alguns e se for para pagar um preço beeeeeeeeem mais barato, eu encaro essa! haha \o/
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tudo bem?
    Adorei a resenha.
    Eu quero muito ler algum policial e agora estou em dúvidas se compro esse ou o Cilada. ): Já sei onde encontrar resenhas sobre livros desse gênero hahahahaha.
    Eu não sou muita fã de livros sem orelhas, mas eu tenho alguns e se for para pagar um preço beeeeeeeeem mais barato, eu encaro essa! haha \o/
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a série 'Milennium', mas pode ter certeza que depois dessa resenha uma vontade de ler despertou em mim. Aliás, o mais interessante é que você publica fotos das páginas dos livros, o que me deixou mais curiosa para ler :) Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  10. Li uma resenha em alguma revista online, não sei... Mas lembro bem dos elogios que colocavam na obra. Quando lançaram o filme no Brasil, havia uma reportagem na Veja em que citavam o autor e sua obra e adivinha? Eles também elogiavam muito o trabalho do autor. E agora com a sua resenha, vejo que nenhum deles estão enganados.
    Ok, não li nada desse livro, mas tenho a sensação que ele se destaca e merece a classificação que você deu. Só de ler a sinopse consegui observar o quanto ele se difere. Falar n]sobre um assassinato não é algo relativamente novo, porém algo na sinopse me seduziu e duvido muito que seja somente impressão da minha parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas o melhor livro que li em 2013.Os Homens que não amavam as mulheres é ótimo. Um policial que vale a pena, investigativo, romântico, inteligente! Gosto muito dele.

      Excluir
  11. Já tinha ouvido falar no livro, mas nunca tenho dinheiro ou tempo pra ler, fiquei curiosa pra lê-lo, sempre leio resenha positivas e fico com vontade de ler, você me deixou muito curiosa agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas te digo uma coisa, ele é muito bom e vale apena o investimento

      Excluir
  12. Desde que vi os primeiros comentários positivos da série fiquei doidinha pela mesma... também acho as capas lindasss ..Não sabia que vinham sem orelha =/ Mais sou louca pela trilogia..ainda não li e nem comprei...porém minha curiosidade só aumenta em cada resenha lida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee, tudo bem?
      Só digo uma coisa, leia. LEIA. As pessoas precisam descobrir Os Homens Que não amavam as mulheres, o livro é genial.

      Excluir