Cinema e Café: A Grande Aposta

23 junho 2016

Marina Landert

A Grande Aposta (2015) 

Ficha técnica
Diretor: Adam McKay
Roteiro: Adam McKay e Charles Randolph
Elenco: Christian Bale, Steve Carell, Ryan Gosling e Brad Pitt.

Sinopse: O filme narra como o investidor Michael Burry conseguiu antecipar o que seria uma das maiores crises econômicas americanas com repercussões mundiais e como ele e posteriormente outros grupos de investidores poderiam lucrar com isso.
Olá pessoal, tudo bem?
Hollywood adora abordar fatos baseados na realidade e por vezes consegue retratar com certa habilidade e uma dose de ironia e deboche algumas características marcantes dos Estados Unidos, como o patriotismo, o capitalismo exacerbado e o consumo excessivo. E é utilizando alguma dessas premissas que se inspira o diretor Adam McKay para levar A Grande Aposta (2015) às telas, ganhador do Oscar 2016 de melhor Roteiro Adaptado.


Quando em 2008 foi deflagrada uma crise no mercado imobiliário americano, levando à falência grandes bancos dos Estados Unidos e impactando na economia mundial, muitos foram pegos de surpresa. No entanto, em meados de 2005 o investidor Michael Burry (Christian Bale) identificou uma queda em ações do mercado imobiliário – até então um dos mais estáveis e confiáveis – e resolve comprar milhões de dólares das ações, já apostando numa futura crise. Um especulador de investimentos fica sabendo da descoberta de Burry e juntamente com o grupo liderado por Mark Baum (Steve Carell) resolve investigar se a tese está correta, descobrindo ações de um sistema extremamente fraudulento que em primeira instância impactaria diretamente nas camadas mais pobres da população americana. Esse é o complexo tema abordado com grande habilidade em A Grande Aposta.

Logo de início conhecemos o excêntrico Michael Burry, aqui muito bem interpretado por Christian Bale e que faz essa improvável descoberta e é ridicularizado pelos principais bancos ao apostar em uma possibilidade remota. Do outro lado temos o canastrão Jared Vennet (Ryan Gosling) que vê na iminente crise do sistema a possibilidade de ganhar milhões. Nesse contexto entra ainda Mark Baum (Steve Carell, perfeito no papel em uma das melhores atuações de sua carreira) e seu grupo de investidores, céticos e extremamente cínicos em relação ao sistema. E é exatamente o personagem de Carell que conduz o filme. Ele, ainda abalado pela perda do irmão é muito cínico, mas ainda nutre uma esperança no mercado financeiro americano. Seu personagem tem extrema importância para o filme, pois é responsável pelo fio condutor que introduz a questão moral em relação à situação. Enquanto todos estão preocupados em como provar que o sistema é fraudulento e quanto e quando vão lucrar com isso, ele começa a entender o impacto que essa crise terá na vida das pessoas, em especial dos mais pobres. Em nenhum momento ele é colocado como o bonzinho ou herói da situação – mesmo porque ele lucrará milhões com toda a crise – mas como o único que entende e ao menos se preocupa em alguma instância com as consequências. Em outro plano, o filme ainda traz dois novos investidores “pé-de-chinelo”, que com a ajuda do experiente e paranoico investidor Ben Rickert (Brad Pitt) também conseguem lucrar com a situação.


Tal tema já havia sido retratado pelo também premiado Trabalho Interno (2010), Margin Call – O dia antes do fim (2011) e Grande Demais para Quebrar (2011). No entanto, diferentemente dessas obras, o diretor de A Grande Aposta, acostumado com comédias de humor escrachado estreladas por Will Ferrell, utiliza certo humor e muito deboche do próprio sistema para abordar a complicada temática. De fato, a história de A Grande Aposta é difícil de entender para aqueles que não pertencem a esse meio econômico, mas que é contada com grande maestria no filme, prendendo a atenção do telespectador do começo ao fim.
A escolha da narrativa é justamente um dos maiores trunfos do filme, que em contato com uma temática complicada conta de forma muito didática, com um ritmo muito rápido e que mescla muitas trocas de enquadramento das câmeras e coloca os personagens explicando a situação diretamente ao telespectador.
Munido de um grande elenco, é com todo esse contexto que A Grande Aposta é desenvolvido, utilizando de muita ironia, deboche, contraposição de imagens que por vezes ridicularizam o capitalismo americano, para mostrar um sistema cruel onde pessoas são transformadas apenas em números. É um filme importante e mesmo com um assunto difícil a mensagem é facilmente captada. Confesso que é necessário um tanto de persistência e atenção, mas que com certeza valem a pena.
Bom filme e até a próxima!
Trailer:
-> Siga o Blog nas redes sociais e fique mais pertinho da gente ? FacebookInstagramTwitterYouTubeBaixe o Aplicativo para celular In The Sky
Marina Landert
Sobre o Autor Marina Landert, ou Mari, como preferir. Jornalista viciada em uma boa história e que não vive sem um bom livro na bolsa. Apaixonada por filmes, séries, música e por viajar. - See more at: http://intheskyblog.blogspot.com.br/p/sobre.

10 comentários :

  1. Olha tanto o filme e o livro, me deixou com pé atrás, sinceramente eu prefiro ver ao filme, por que sei que a leitura me deixaria confusa. Mas a trama é interessante. O elenco é muito bom. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ainda não não li o livro, mas tenho o filme baixado no meu pc desde o começo desse ano e nunca assisti. Sua resenha me chamou muito a minha atenção, acho que vou assistir essa semana ainda para poder opinar também.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi Marina!
    Não conhecia o filme =/
    Parece ser bem legal, gosto de histórias assim que apesar do tema importante central tem aquela pitada de ironia, que deixa o filme engraçado.
    Eu não sou muito de assistir filmes, mas vou acrescentar na minha listinha de possíveis filmes para ver!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, este filme foi uma grande obra que levou muita coisa no Oscar mas dizem que ele é bastante difícil de ser compreendido para quem não entende muito do mercado imobiliário pelas questões ditas no próprio. Não é algo que me interesse, mas acho que é um marco para o filme e para os atores. Grandes atores, aliás.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  5. Ola Marina eu não conhecia esse filme, gostei do trailer e do tema do mesmo, com atores que pelo visto aturam muito bem. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. No melhor estilo "me recuso a assistir ao filme enquanto não leio o livro", eu ainda não assisti esse filme, embora eu esteja querendo muito conhecer mais dessa estória. Como se trata de assuntos que me interessam, acho que o livro/filme irão realmente me prender. Isso sem falar nesse elenco...

    bjs.

    www.ciadoleitor.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu tenho o filme aqui no pc baixado desde quando ganhou o Oscar, porque eu queria assistir todos os filmes que ganharam, mas até agora nada. Sua resenha me animou um pouco mais para assistir, talvez eu faça isso hoje.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Marina vi esse filme na lista do Oscar, mas confesso que sua temática não prende minha atenção. Claro que reconheço a habilidade do roteirista e diretor que conseguiram pegar um tema bem complicado e realista e desenvolver com um certo humor prendendo assim a atenção de todos que se interessam pelo o filme até o fim. Gostei da dica e das suas observações viu, parabéns pelo texto ficou ótimo. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  9. Ooi
    Conhecia o filme mas não tinha nenhum interesse em vê-lo, confesso que sua resenha me deu uma vontade haha
    O elenco esta muito bom, então imagino que a atuação também. Obrigada pela dica!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bem?
    Apesar de você citar que é um filme difícil de entender, e eu não entender nada do meio econômico vou dar sim uma chance, gostei muito do trailer, e os atores são ótimos, só isso já ganha pontos.
    Vou assistir logo e conto o que achei *-*
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir